em NOTÍCIAS

Na noite do dia 26 de março de 2018, em São Paulo, durante o jantar de posse da nova diretoria da Associação Brasileira das Empresas de Software (Abes) pela chefe do Departamento de Produtos do BNDES, Irecê Fraga, que recebeu, em nome do Banco, a comenda de embaixador honorário do Brasil País Digital, entregue pela entidade para homenagear profissionais, jornalistas, pesquisadores e autoridades que contribuem para o desenvolvimento do mercado brasileiro de tecnologia. Foi feito o anuncio  de que o Cartão BNDS passará a financiar serviços de desenvolvimento de software sob encomenda. O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), também contempla o desenvolvimento de Websites corporativos e de lojas virtuais.

Acredita-se que com a novidade haverá um aumento na competitividade, o cartão já permitia a compra de softwares prontos, desenvolvidos no Brasil por profissionais residentes no País. Com a inclusão dos serviços de desenvolvimento como itens financiáveis, o cartão reforça o apoio aos investimentos das micro, pequenas e médias empresas (MPMEs) em tecnologias da informação e comunicação (TICs).

As MPMEs poderão usar o cartão para encomendar diversos sistemas e aplicativos, contemplando desde aplicações industriais, Internet das Coisas (IoT), machine-to-machine (M2M) e soluções similares, até softwares para plataformas móveis. O pagamento pode ser parcelado em até 48 meses, a uma taxa de juros atrativa (1,41% ao mês em abril).

“O financiamento dos serviços de desenvolvimento de software pelo Cartão BNDES tem o objetivo de contribuir para a modernização e inovação da gestão e dos processos produtivos das empresas de menor porte, por meio de investimentos nas novas tecnologias convergentes, como computação móvel e na nuvem, mídias sociais, big data analytics e Internet das Coisas”, afirma o chefe do Departamento de Operações de Internet do BNDES, Ricardo Albano.

Como os serviços de desenvolvimento e produção de software, de acordo com a Abes, são fornecidos, em sua maioria, por MPMEs, o financiamento por meio do Cartão BNDES beneficiará duplamente essas empresas: elas poderão ser portadoras do cartão para adquirir itens necessários às suas atividades, como também poderão se credenciar como fornecedoras para oferecer a seus clientes o Cartão BNDES como forma de pagamento pelos serviços prestados.

As empresas podem solicitar o credenciamento como fornecedor no site do Cartão BNDES. Basta acessar www.cartaobndes.gov.br, clicar em “Seja um fornecedor credenciado”, preencher a proposta de afiliação e montar o catálogo de produtos, incluindo os serviços de desenvolvimento de softwares prestados pela empresa.

Estudo anual da Abes, realizado em conjunto com a consultoria IDC, mostra que o mercado de hardware, software e serviços de tecnologia da informação no Brasil cresceu 4,5%. No topo da lista de investimentos em TI na América Latina, o Brasil registrou cerca de US$ 38 bilhões em investimentos durante o ano passado, seguido por México (US$ 20,6 bi), Argentina (US$ 8,4 bi) e Colômbia (US$ 7 bi).

No ranking mundial, o País ficou em nono lugar na lista que encabeçam na sequência: EUA (US$ 751 bi), China (US$ 244 bi), Japão (US$ 139 bi), Reino Unido, Alemanha, França, Canadá e Índia. No total, foram US$ 2,07 trilhões em investimentos em TI no último ano. Os investimentos em tecnologia da informação e comunicação (TIC), que incluem também as telecomunicações, somaram mundialmente US$ 3,55 trilhões em 2017, sendo US$ 105 bilhões somente no Brasil – o que lhe garantiu o sexto lugar no ranking geral, recuperando uma posição perdida no ano anterior.

 

Postagens Recomendadas

Deixe um Comentário

CONTATO

Preencha o formulário abaixo:

%d blogueiros gostam disto: